Glossário

ÁREA LOCÁVEL: Refere-se à soma de todas as áreas disponíveis para locação.

CAGR: Compound Annual Growth Rate, ou Taxa composta de crescimento anual.

CAPEX: Capital Expenditure, é o valor do investimento destinado para uma revitalização, expansão ou aquisicação de um empreendimento.

Custo de Ocupação: a somatória das despesas de aluguel, encargos condominiais e impostos relacionados ao imóvel, como IPTU.

Cap rate estabilizado: É calculado com base na anualização da “Receita de Aluguéis”, acrescida de quaisquer “Outras Receitas” adicionais geradas pelo empreendimento – e,g, locação de espaços para antenas, mídia, etc... – do mês imediatamente posterior àquele em que a taxa de ocupação física alcançar 100,0% (cem por cento), dividida pelo preço de compra do ativo imobiliário.

Despesas com Aquisição: Consubstanciam o imposto de transmissão de bens imóveis, os custos cartorários e, eventualmente, os serviços prestados por assessores legais e/ou despachantes com o objetivo de garantir a efetiva transferência da propriedade para o Fundo. Estas custas são estimativas e, portanto, estão sujeitas à variação para um valor superior ou inferior.

Inadimplência: É a relação entre o total faturado no mês e o total recebido referente ao mesmo mês.

Lease-up: Consiste no prazo estimado para locação integral de determinado empreendimento.

Net Operating Income ou NOI: Resultado Operacional Líquido, ou seja, a receita bruta do empreendimento (aluguel e outras receitas comerciais) menos os custos operacionais do empreendimento (auditorias, taxas de prestação de serviços, honorários advocatícios, aportes condominiais, etc).

NOI Caixa: NOI do empreendimento já descontada a inadimplência líquida do período.

Taxa de Ocupação: ABL total alugado dividido pela ABL total.